acessibilidade

Início do conteúdo da página

Novembro
06
2018

UFGD está representada na reunião de trabalho do projeto INOVIA, em Paris



paris
De 05 a 07 de novembro está acontecendo o “Seminário E-learning – Curso a distância”, no Conser’vatoire national des arts et métiers em Paris – França. O evento corresponde à quinta reunião de trabalho do projeto “INOVIA - A universidade latino-americana no coração dos desafios de inovações sociais e técnicas sustentáveis nos sistemas agroalimentares territoriais”, com a participação de docentes de três países latino-americanos e quatro países europeus. A equipe INOVIA - UFGD está representada pela professora Eliana Janet Sanjinez Argandoña, da Faculdade de Engenharia. 
 
Durante o Seminário serão validados módulos de formação relacionados à Inovação Alimentar, Criação de Empresas e Sustentabilidade dos Sistemas Agroalimentares. Especialistas de plataformas de difusão abordarão técnicas de aplicação de módulos a distância, visando facilitar a aprendizagem de estudantes. Os temas dos módulos foram estruturados durante a quarta reunião do grupo INOVIA que ocorreu em Porto – Portugal de 02 a 07 de julho, as professoras Silvia Martelli, Sueli Ohata e Eliana Argandona estiveram presentes no evento.
 
O objetivo do projeto INOVIA é promover a empregabilidade e a inserção profissional de Engenheiros de Alimentos por meio da melhoria do Ensino e da cooperação Universidade-Empresa. As instituições parceiras do projeto são a USP (Brasil), Universidad de Costa Rica, Instituto Tecnológico de Costa Rica (Costa Rica), Universidad Autónoma Gabriel Rene Moreno, Universidad Autónoma Juan Misael Saracho (Bolívia), Conservatório Nacional de Artes e Ofícios, SupAgro, CIRAD (França), Universidad Autónoma de Barcelona (Espanha), Agencia Universitária da Francofonia (Bélgica) e Universidade Católica Portuguesa (Portugal).
 
O projeto é financiado pelo Programa Erasmus+ Higher Education – International Capacity Bullding no valor de € 855.738,00, desse recurso € 82.607,00 foram destinados para a UFGD, sendo adquiridos via FUNAEPE equipamentos de comunicação, um sistema de videoconferência e um sistema de extração de óleos em escala micropiloto, que está em fase de avaliação para aquisição.
 
A professora Eliana Argandoña destaca ainda a importância do projeto INOVIA na contribuição pedagógica, de infraestrutura e, principalmente de estímulo para os estudantes. Recentemente foi aprovado o projeto “Integrando o Nexus Alimentos, Água e Energia no Ensino das Ciências Agrárias”, submetido ao Edital CAPES – BRAFAGRI 2018. Entre os objetivos do projeto está a mobilidade acadêmica entre Brasil e França de estudantes de Engenharia de Alimentos, complementando o projeto INOVIA.
 
 
Fonte: Eliana Argandoña - FAEN



    Fotos