acessibilidade

Início do conteúdo da página

Junho
02
2020

Documentário sobre o Rio Taquari abre o Especial Semana do Meio Ambiente da Mostra Ecofalante

  Atualizada: 02/06/2020

“Ruivaldo, o Homem que Salvou a Terra” acompanha o dia a dia de esforços para sobreviver de Ruivaldo e as consequências do assoreamento do rio no Pantanal

ruivaldo
Cena com Ruivaldo, o personagem-guia do documentário
 


 
O projeto de extensão Cineclube UFGD convida todos os interessados para a 9ª Mostra Ecofalante de Cinema – Especial Semana do Meio Ambiente, que em 2020 acontecerá totalmente online, seguindo as normas da Organização Mundial da Saúde para a pandemia de covid-19.
 
A Mostra é uma realização da ONG Ecofalante, terá sua 9ª edição em agosto próximo, e agora apresenta uma programação especial de 3 a 9 de junho. Ano passado, nos meses de outubro e novembro, o Cineclube UFGD foi um dos parceiros para trazer os filmes para Dourados e realizar o debate e exibição dos documentários do evento na universidade.
 
A atração de abertura da ​Mostra​, nesta quarta-feira, às 19h30 (horário de Brasília), será o ​“Ruivaldo, o Homem que Salvou a Terra” (Brasil, 2019, 45 min, classificação livre), documentário dirigido por ​Jorge Bodanzky e João Farkas.
 
A produção focaliza Ruivaldo Nery de Andrade, que ganhou destaque como um soldado na linha de frente da batalha pela proteção do meio ambiente. Acompanhando o dia a dia de esforços para sobreviver de Ruivaldo, o documentário, que teve lançamento mundial em setembro último na Bélgica, aborda as consequências do assoreamento do Rio Taquari (Mato Grosso do Sul). ​
 
De acordo com a sinopse, na região do Rio Taquari, o crescente e contínuo assoreamento dos rios levou ao transbordamento das águas e à inundação das terras ao longo dos anos, provocando mudanças expressivas na vida de seus habitantes. Isso vem inviabilizando o cultivo do solo e a criação de gado, forma de sustento das famílias locais. Integrante de uma dessas famílias, Ruivaldo Nery Andrade, o personagem-guia do documentário, luta para salvar sua fazenda, por meio da construção de um sistema manual de diques para conter e alterar o curso das águas invasoras e, assim, retomar suas atividades e garantir a sobrevivência da terra.
 
Antes do filme, às 19h, o evento será apresentado pelo diretor da Mostra Ecofalante de Cinema, Chico Guariba, acompanhado por Laís Bodanzky, diretora-presidente da Spcine.
 
Confira o trailer de ​“Ruivaldo, o Homem que Salvou a Terra” em:
https://www.facebook.com/mostraecofalante/videos/1121357671577705/
 
Para assistir aos filmes da programação, cadastre-se no site da Videocamp, plataforma oficial da Mostra Ecofalante em 2020: www.videocamp.com.
 
Já para acompanhar a Cerimônia de Abertura e todos os debates em sua casa, siga a página no Facebook (https://www.facebook.com/mostraecofalante) e o canal no Youtube (https://www.youtube.com/channel/UC5KM72eBdjc2Q-SUv3lKPlA).
 
PROGRAMAÇÃO MOSTRA ECOFALANTE - ESPECIAL SEMANA DO MEIO AMBIENTE

mostra
 

3 de junho (quarta-feira)  
19h00 ​ - Abertura com Chico Guariba e Laís Bodanzky  
19h30 ​ “Ruivaldo, o Homem que Salvou a Terra” - Jorge Bodanzky e João Farkas (Brasil, 2019, 43 min, livre)  ​*disponibilizado até o final do dia 09/06 (terça-feira)

4 de junho (quinta-feira)  
17h00 - ​“Golpe Corporativo​” - Fred Peabody ​(“The Corporate Coup d’Etat”, Canadá/EUA, 90  min, 2018, livre) e ​“Ebola: Sobreviventes​” - Arthur Pratt ​(“Survivors”, EUA, 83 min, 2018, 12 anos) ​*disponibilizados até o final do dia 9/06 (terça-feira). 
19h00 - ​Debate com Jorge Bodanzky e João Farkas, diretores de “Ruivaldo, o Homem que Salvou a Terra” e mediação de Flávia Guerra.  
 
5 de junho (sexta-feira)  
15h00 - Debate ​"O papel do cinema na comunicação de questões socioambientais" com os diretores Fernando Meirelles, Jorge Bodanzky, Estêvão Ciavatta e Walter Salles (a confirmar) e mediação de Flávia Guerra.
17h00 - “Amazônia Sociedade Anônima” – Estevão Ciavatta (Brasil, 72 min, 2019, livre) *disponibilizado por 24 horas, até às 17h00 do dia 6/06 (sábado).
19h00 - Debate “Conservação: Ataque ao Meio Ambiente e aos Povos Tradicionais”, com Adriana Ramos (ISA), mediação de Claudio Angelo e outros nomes a confirmar.
 
6 de junho (sábado)
17h00 - “A Grande Muralha Verde” - Jared P. Scott (“The Great Green Wall”, Reino Unido, 92 min, 2019, livre) *disponibilizado por 24 horas, até às 17h do dia 7/06 (domingo).
19h00 - Debate “Mudanças Climáticas: desertificação, conflitos, migrações e outros impactos imediatos", com Fernando Meirelles, Paulo Artaxo, mediação de Daniela Chiaretti (a confirmar).
 
7 de junho (domingo)  
19h00 - Debate “System Error : como o atual sistema econômico leva à destruição ambiental, ao fim do trabalho digno e ao abalo da própria democracia", com Ladislau Dowbor, Sueli Carneiro (a confirmar) e mediação de Silvio Caccia Bava.  
 
8 de junho (segunda-feira).  
19h00 – Debate “Saúde - Como Comunicar em Tempos de Crise Sanitária e Fake News?”, com Douglas Rodrigues, Átila Iamarino (a confirmar) e mediação de Mariluce Moura.
 
ESPECIAL SEMANA DO MEIO AMBIENTE​


A Mostra Ecofalante – Especial Semana do Meio Ambiente comemora a Semana Nacional do Meio Ambiente, instituída em 1981 como sendo a primeira semana do mês de junho. Comemora também o Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho, criado em 1972, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, com o intuito de chamar a atenção para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais.

Uma apresentação do Ministério da Cidadania, Secretaria Especial da Cultura e da Ecofalante, a Mostra Ecofalante de Cinema é viabilizada por meio da Lei de Incentivo à Cultura. Tem patrocínio do Mercado Livre, Spcine e da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, e apoio da White Martins, Kimberly Clark e Pepsico. É uma produção da Doc & Outras Coisas, co-produção da Química Cultural. A realização é da Ecofalante, do Ministério da Cidadania e do Governo Federal. 

O evento tem apoio institucional dos seguintes parceiros: ONU Meio Ambiente, Videocamp, Instituto Socioambiental (ISA), WWF-Brasil, SOS Mata Atlântica, Le Monde Diplomatique Brasil, Revista Piauí, Observatório do Clima, ClimaInfo, Envolverde, GIFE, eCycle, Editora Horizonte, GreenMe e Instituto Chão.

A Ecofalante é uma ONG que atua nas áreas de cultura, educação e sustentabilidade. Produz filmes, documentários e programas de televisão de caráter cultural, educativo e Socioambiental. A instituição fornece consultorias a projetos nessas áreas e promove formação de professores, exibições e debates em escolas, universidades e aparelhos culturais. Organiza seminários e workshops sobre cinema, educação e sustentabilidade, além de realizar o mais importante evento audiovisual sul-americano dedicado a temas socioambientais: a Mostra Ecofalante de Cinema.
 
Jornalismo ACS-UFGD com informações da Ecofalante



    Fotos